Biópsia hepática percutânea em doentes oncológicos – a propósito de um caso clínico

  • Rita Lucas Serviço de Radiologia – Hospital de Santo António dos Capuchos, CHLC, Portugal
  • Patrícia Amaral Serviço de Cirurgia Geral – Hospital de Santo António dos Capuchos, CHLC, Portugal
  • Catarina Ladeira Serviço de Cirurgia Geral – Hospital de Santo António dos Capuchos, CHLC, Portugal
  • João Lourenço Serviço de Radiologia – Hospital de Santo António dos Capuchos, CHLC, Portugal
  • Luís Vieira Serviço de Radiologia – Hospital de Santo António dos Capuchos, CHLC, Portugal
  • Francisco Oliveira Martins Serviço de Cirurgia Geral – Hospital de Santo António dos Capuchos, CHLC, Portugal
  • Ângela Marques Serviço de Radiologia – Hospital de Santo António dos Capuchos, CHLC, Portugal

Resumo

A biópsia hepática percutânea guiada por imagem é uma ferramenta útil que permite obter um diagnóstico histológico fiável sem necessidade de intervenção cirúrgica. Não é contudo um procedimento isento de complicações. No caso particular dos doentes com contexto oncológico conhecido o diagnóstico e estadiamento preciso é indispensável para seleção da terapêutica adequada. Nestes doentes deve dar-se preferência à caracterização imagiológica, contudo em casos onde permanecem dúvidas pode recorrer-se à biópsia. Neste artigo apresentamos um caso de sementeira tumoral no trajecto da agulha de biópsia hepática percutânea, num doente com diagnóstico recente de neoplasia intra-epitelial do cólon, com múltiplas lesões hepáticas e um nódulo pulmonar, detectados na avaliação imagiológica de estadiamento inicial.

Palavras-chave: Biópsia guiada por imagem; Ecografia; Metástases de Neoplasia; Fígado 

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.

Referências

1- Grant A, Neuberger J, Day C, Saxseena S. Guidelines on the use of LiverBiopsy in Clinical Practice [Internet]. British Society of Gas- troenterology; 2004 [citado 12 de Novembro de 2013]. Obtido de: http://www.bsg.org.uk/images/stories/docs/clinical/guidelines/liver/ liver_biopsy.pdf

2- Cresswell AB, Welsh FKS, Rees M. A diagnostic paradigm for resectable liver lesions: to biopsy or not to biopsy? HPB (Oxford). Novembro de 2002;11(7):533-40.

3- Jones OM, Rees M, John TG, Bygrave S; Plant G. Biopsy of resectable colorectal liver metastases causes tumour dissemination and adversely affects survival after liver resection, Br J Surg. 2005 Sep;22(2):1165-8.

4- Vergara V, Garripoli A, Marucci MM, Bonino F, Capussotti L, Colon cancer seeding after percutaneous fine needle aspiration of liver metas- tasis. J Hepatol. 1223 Jul;18(3):276-8.

5- Elsayes KM, Ellis JH, Elkhouly T, Ream JM, Bowerson M, Khan A, et al. Diagnostic yield of percutaneous image-guided tissue biopsy of focal hepatic lesions in cancer patients. Cancer. 2011;117(17):4041-8.
Como Citar
LUCAS, Rita et al. Biópsia hepática percutânea em doentes oncológicos – a propósito de um caso clínico. Revista Portuguesa de Cirurgia, [S.l.], n. 28, p. 29-32, mar. 2014. ISSN 2183-1165. Disponível em: <https://revista.spcir.com/index.php/spcir/article/view/354>. Acesso em: 13 nov. 2019.
Secção
Caso Clínico