História do Tratamento Cirúrgico do Cancro da Mama* – Empirismo e Ciência

  • Luiz Damas Mora Ex-Director do Serviço de Cirurgia do Hospital do Desterro (Hospitais Civis de Lisboa); Presidente do Capítulo da História da Cirurgia Portuguesa da SPC; Presidente da Comissão do Património Cultural do Centro Hospitalar de Lisboa Central. Portugal

Resumo

A História do tratamento cirúrgico do cancro da mama é bem demonstrativa de que a verdade em Medicina é circunstancial, e que o caminho a percorrer no sentido de a alcançar é árduo. Mostra, também, como ao longo dos séculos o empirismo vai dando lugar ao método científico, e como os estudos prospectivos, controlados e randomizados determinam a alteração dos conceitos e a consequente modificação das técnicas cirúrgicas. Estas vão desde os métodos bárbaros, à luz dos conceitos actuais, que, da Grécia antiga se estendem até à descoberta da anestesia – em que se destacam nomes como Henri de Mondeville, Guy de Chaulliac e Lanfranco na Idade Média, von Hilden e Ambroise Paré no Renascimento, ou H.F. Le Dran, J.L. Petit e Benjamim Bell, no tempo do Iluminismo – até às técnicas cada vez mais meticulosas e racionais, já na Idade Contemporânea, sucessivamente devidas a James Paget, Joseph Pancoast, Charles Moore, William Stewart Halsted, William e Richard Handley, Geoffrey Keynes, Robert McWhirter, George Crile Jr., Cushman Haagensen, Dahl-Iversen, Jerome Urban, David Patey, Bernard Fisher e Umberto Veronesi, entre outros que souberam criar novos paradigmas na História do Tratamento Cirúrgico do Cancro da Mama, para se chegar à prática actual de cirurgia conservadora (mamária e axilar) com reconstrução.

Palavras-chave: Cancro da Mama, Cirurgia, História. 

* Este artigo, quase exclusivamente de divulgação, é adaptado de uma palestra proferida nas 2as Jornadas Internacionais de Cirurgia (Faculdade de Ciências Médicas da U.N. de Lisboa – 24 de Janeiro de 2044) a convite do Prof. Pereira Alves e do Dr. Jorge Penedo (Serviço 6 do Hospital de Sto António dos Capuchos). 


Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.

Referências

Cutler, Max e Cheatle, J. L. – Tumors of the Breast: their pathology, symptoms and treatment – Lippincot – 4962.

Ellis, Harold – A History of Surgery – Greenwich Medical Media Limited – 2004.

Haagensen, C. D. – Disears of the Breast, 3a ed. – W. B. Saunders – 4986.

Haeger, Knut – The illustrated History of Surgery – Bell Publishing Company, 4988.

Lerner, Baron H. – The Breast Cancer Wars – Oxford Univ. Press – 2004.

Oliveira, Carlos Freire de, e Silva, Teresa Simões – “Carcinoma Invasivo da Mama: do Diagnóstico ao tratamento cirúrgico” – Manual de Ginecologia – vol. II, cap. 37, 247-288 – Ed. Permanyer, 2044.

Rayte, Z. e Mansi, J. – Medical Therapy of Breast Cancer, Cap. 4 – Cambridge Univ. Press, 2003.

Roses, Daniel F. – Breast Cancer – 2a ed. – cap. 24 – Churchill Livingstone – 2005.

Rutkow, Ira M. – American Surgery – An Illustrated History – Lippincot – Raver Publ., 4998.

Olson, James S. – The hystory of Cancer – An annoted bibliography – Greenwood – 4989.

Sousa, J. Abreu de – Cancro da Mama Inicial – Análise a longo prazo do tipo de tratamento cirúrgico e papel da cirurgia conservadora no tratamento dos tumores da mama menores de 2 cm (Tese de Mestrado – Porto) – 2004. Almeyda, Feliciano – Cirurgia Reformada, etc. -4745.

Bell, Benjamim – Cours Complet de Chirurgie Théorique et Pratique – 4796.

Correa, João Lopes – Castello Forte contra todas as infirmidades, etc. – 4723.

Cruz, Antonio da – Recopilaçam de Cirugia etc. – 4744.

Ferreira, Antonio – Luz Verdadeira e Recopilada do Exame de Toda a Cirurgia, etc. – 4757.

Lourenço, Antonio Gomes – Cirurgia Clássica Lusitana etc. – 4754.

Verney, Luis Antonio – Verdadeiro Método de estudar para ser útil à Republica e à Egreja – 4746.

Clarke, D. e cols. –Sentinel Node Biopsy in Breast Cancer: ALMANAC Trial – World J. Surg. 25, 849-822, 2004.

Crile, G. Jr. e Hoerr, S. O. – Results of treatment of Carcinoma of the Breast by local excision – Surg. Gynec. Obst., 432: 780-782, 4974.

Fisher, B. e cols. – Twenty year follow-up of a randomized trial comparing total mastectomy, lumpectomy, and lumpectomy plus irradiation for the treatment of invasive breast cancer. N. Engl J. Med 2002; 347: 4233-4244.

Gold, R. e cols. – Highlights from the History of Mammography – Radiographics, 4990; 40:4444-4434.

Veronesi, U. e cols. – Twenty year follow-up of a randomized study comparing breast conserving surgery with radical mastectomy for early breast cancer. N Engl. J. Med. 2002; 347:4227-4232.

Uroskie, T. W. e cols. – History of Breast Reconstruction – Semin Plast Surg, 2004, May; 48(2): 65-69.
Como Citar
MORA, Luiz Damas. História do Tratamento Cirúrgico do Cancro da Mama* – Empirismo e Ciência. Revista Portuguesa de Cirurgia, [S.l.], n. 27, p. 41-58, jan. 2014. ISSN 2183-1165. Disponível em: <https://revista.spcir.com/index.php/spcir/article/view/340>. Acesso em: 23 jul. 2019.
Secção
Caderno Especial