Hérnia inguinal: Considerações sobre a Etiologia e o Tratamento

  • Eduardo N Trindade Responsável Técnico, Hospital Fêmina/Grupo Hospitalar Conceição (GHC) e Serviço de Cirurgia do Aparelho Digestivo do Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Manoel R Trindade Professor Titular do Departamento de Cirurgia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Serviço de Cirurgia do Aparelho Digestivo do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA)

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.

Biografias Autor

Eduardo N Trindade, Responsável Técnico, Hospital Fêmina/Grupo Hospitalar Conceição (GHC) e Serviço de Cirurgia do Aparelho Digestivo do Hospital de Clínicas de Porto Alegre
Doutor em Cirurgia pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Manoel R Trindade, Professor Titular do Departamento de Cirurgia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Serviço de Cirurgia do Aparelho Digestivo do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA)
Doutor em Cirurgia pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Referências

1. Goulart A, Martins S. Hérnia Inguinal: Anatomia, Patofisiologia, Diagnóstico e Tratamento. Rev. Port. Cir., Lisboa , n. 33, p. 25-42, jun. 2015.

2. Wolwacz Junior I, Trindade MR, Cerski CT. O colágeno em fáscia transversal de pacientes com hérnia inguinal direta submetidos à videolaparoscopia. Acta Cir. Bras., São Paulo , v. 18, n. 3, June 2003.

3. Casanova AB, Trindade EN, Trindade MR. Collagen in the transversalis fascia of patients with indirect inguinal hernia: a case-control study. Am J Surg. 2009
Jul;198(1):1-5. doi: 10.1016/j.amjsurg.2008.07.021.

4. Gass M, Scheiwiller A, Sykora M, Metzger J. TAPP or TEP for Recurrent Inguinal Hernia? Population-Based Analysis of Prospective Data on 1309 Patients Undergoing Endoscopic Repair for Recurrent Inguinal Hernia. World J Surg. 2016 Oct;40(10):2348-52. doi: 10.1007/s00268-016-3545-7.

5. Trindade EN, Trindade MR. The best laparoscopic hernia repair: TEP or TAPP? Ann Surg. 2011 Sep;254(3):541-2. doi: 10.1097/SLA.0b013e31822acfd6.
Publicado
2016-12-30
Como Citar
TRINDADE, Eduardo N; TRINDADE, Manoel R. Hérnia inguinal: Considerações sobre a Etiologia e o Tratamento. Revista Portuguesa de Cirurgia, [S.l.], n. 39, p. 49 - 50, dez. 2016. ISSN 2183-1165. Disponível em: <https://revista.spcir.com/index.php/spcir/article/view/610>. Acesso em: 22 nov. 2019.
Secção
Carta ao Editor