Ruptura da Glândula Tiróide associada a Trauma Cervical Fechado – caso clínico

Arymar Antonio Andrade Junior, Eduardo JCS Ferreira, Tiago Filipe de Melo Porfírio Costa, Augusto Mansoa, Manuel Nobre, Antonio Marques Pereira

Resumo


Embora a lesão de partes moles no trauma cervical seja relativamente comum, a lesão da tiróide é extremamente rara, como ressalta a literatura em Inglês. Os trabalhos relatam que o trauma da glândula tiróide é muito raro em pacientes sem bócio pré-existente. Este artigo relata um caso de trauma cervical contuso numa mulher jovem sem bócio, que resultou em lesão da tiróide diagnosticada por tomografia computorizada (TC) e que foi conduzido de forma conservadora, com uma evolução favorável, sem complicações posteriores.


Texto Completo:

PDF (English)

Referências


Heizmann O, Schmid R, Oertli D. Blunt Injury to the Thyroid Gland: Proposed Classification and Treatment Algorithm. J Trauma. 2006; 61:1012-15.

Saylam B, Çomçali B, Coskun F. Thyroid Gland Hematoma After Blunt Neck Trauma. West J Emerg Med. 2009; 10(4): 247-249.

Fontán FJP, Hernández MS, Vázquez SP, Novoa ML. Thyroid Gland Rupture After Blunt Neck Trauma. J Ultrasound Med. 2001; 20: 1249-1251.

S. Arana-Garza et al. Thyroid Gland Rupture After Blunt Neck Trauma: A Case Report and Review of the Literature. International Journal of Surgery Case Reports 12 (2015) 44-47.

American College of Surgeons, 9th ed. Advanced Trauma Life Support Student Course Manual, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Copyright (c) 2017 Revista Portuguesa de Cirurgia