Gestão Departamental em Cirurgia 20 Anos de Experiência

  • Moreira da Costa AHG de Cirurgia Geral – Serviço de Cirurgia Geral – Centro Hospitalar do Porto – Hospital de Santo António, Portugal

Resumo

O Autor discorre sobre a experiência de 20 anos de Sectorização da Cirurgia Geral, iniciada no Hospital de Santo António em 1991.

São abordados os antecedentes que conduziram á necessidade de se proceder a tal reforma, bem como os precursores do processo.

São abordados os fundamentos técnicos e científicos da reforma, e as implicações que teve na qualidade dos actos cirúrgicos executados, na proficiência de quem os executa e nas vantagens advenientes para a segurança da execução de técnicas cirúrgicas mais evoluídas, complexas e de menor frequência de execução.

São também abordadas as implicações que poderá ter esta reforma no funcionamento dos Serviços de Urgência e na Formação pós graduada de Internos Complementares e quais a s soluções preconizadas.

Conclui-se pela apresentação das vantagens potenciais desta forma organizativa, sem contudo se deixar de apontar a necessidade de reflectir sobre a sua evolução e melhoramento e qual o enquadramento em que melhor pode ser empregue.

Palavras-chave: Sectorização, Departamentação, Formação Pós Graduada 

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Publicado
2010-12-29
Como Citar
COSTA, Moreira da. Gestão Departamental em Cirurgia 20 Anos de Experiência. Revista Portuguesa de Cirurgia, [S.l.], n. 15, p. 7-13, dec. 2010. ISSN 2183-1165. Disponível em: <https://revista.spcir.com/index.php/spcir/article/view/123>. Acesso em: 01 june 2023.
Secção
Artigo de Opinião